Portal da Fraternidade Maçônica

Oh, Quão bom e Quão suave é que os Irmãos vivam em união! … (Salmo 133)

Morre o fundador da Ordem Demolay no Brasil.

Aos 89 anos, morre Alberto Mansur, fundador da Ordem DeMolay no Brasil. O Fundador da Ordem DeMolay no Brasil, Alberto Mansur, faleceu na madrugada desta terça-feira (17) no Rio de Janeiro, depois de complicações no período de recuperação de recente cirurgia. Ele tinha 89 anos.

Seu passamento imediatamente foi noticiado nas redes sociais e em blogs, lamentado por toda a maçonaria brasileira e DeMolays espalhados pelo País.

Alberto Mansur era maçom do Grau 33, ex-soberano Grande Comendador do
Rito Escocês da Maçonaria e ex-Grande Mestre Nacional da Ordem DeMolay.

Nascido em 7 de setembro de 1922, em Vargem Alegre (RJ), Mansur lutou na década de 1970 para a fundação do primeiro núcleo da instituição em terras brasileiras, o Capítulo Rio de Janeiro nº 001. Mais tarde, foi um grande incentivador das fundações de vários capítulos, com destaque para o Nordeste, onde ajudou o maçom potiguar Francisco de Assis Santiago a fundar o Capítulo de Caicó.

Ele tomou conhecimento da existência da ordem através da leitura do “The New Age – July 1969”, um comemorativo do cinquentenário da Ordem.

A partir de então, interessou-se em trazê-la para o Brasil, revelando esse desejo ao soberano Grande Comendador norte-americano George A.

Newbury em 1974. Cinco anos depois, em 1979, o então Grande Mestre Internacional C.C. “Buddy” Faulkner, líder e entusiasta da ordem, autorizou Mansur a fundar a Ordem DeMolay no Brasil, nomeando-lhe, em 1980, membro do Supremo Conselho Internacional e oficial executivo da Ordem DeMolay para o Brasil.

Mansur esteve em Marabá na realização do primeiro Congresso Estadual da Ordem DeMolay no Pará, em 2001. Sua altivez e amor à OD eram perceptíveis. Desde então, o contato tornou-se distante, sobretudo com as mudanças que a ordem sofreu nos anos seguintes.

O certo é que ficará a cargo do tempo e da história fazerem jus a sua trajetória e avaliarem a força do seu legado. Creio que sua memória será sempre reverenciada como de um inovador e visionário. O Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil decretou luto de três dias em memória de Mansur.

Nesta terça-feira, às 21 horas, em todas as partes do Brasil, os DeMolays vão unir-se em Interlúdio das Nove Horas em homenagem a ele. Fonte: Patrick Roberto

Fonte: Patrick Roberto